PRÉ E PÓS PRODECIMETO: laser transdérmico e escleroterapia – técnica ClaCS

PRÉ PROCEDIMENTO

Aqui falaremos de algumas dicas antes e depois de tratamentos de varizes feitos a laser e/ou escleroterapia.

Dicas e cuidados no pré e pós de uma das melhora técnicas usadas para se tratara as varizes nas penas e principalmente em veias da face.

Vamos deixar bem claro, que apesar o uso do laser poder ser feiro por diferentes areada medicina, as chamadas áreas de interseção, alguns profissionais são mais aptos e treinados para aquilo.

Nós da cirurgia vascular / angiologia, estamos aptos ao uso de lasers Nd-YAG para varises, minasses de una, peeling término.

Se formarmos para a lusa pulsava, (IPL) conseguimos tratar manchas solares, rosáceas e acha em ativvidade. O mais importante: com a ponteira certa, podemos remover manchas escurecidas tatuagens e hiperpigmentacão em pernas (ACROMA).

Até devolver um pouco da dignidade feminina ao recuperar sua lubrificação íntima, bem como sua capacidade de segurar o xixi num espirro. principalmente nas pacientes que não podem fazer respoicção hormonairs.

E cabe a nós, sem vergonha alguma e desprovido de ego, encaminhar o paciente a um colega que faça aquilo com mais expertiss que vc; ou ate mesmo, caso você ja tenha perdido “a mão”, não há demérito algum em pedir ajuda.

Então, lembrem-se: não crescemos sozinhos.

Já dentre as pré procedimento, podemos citar a hidratação da pele nas semanas anteriores ao procedimento : uso de cremes, aumentar a ingesta de água, diminuir o consumo de cigarro – todos esses fatores esto ligados diretamente, de alguma forma, a prevenções de lesões na pele.

OUTRA DICA MARA: evitar a exposição do sol; estes, que tambem deixa e pele linha e bronzeada, é também o responsável pelo envelhecimento da mesma, bem com pela piora de manchas ps roxos e cicatrizes alem de estimular, por excesso de resposta inflamatória, a formação de queloides

Pedimos também para ter cuidados devidos com a depilação: se o procedimento foi ser feito imediatamente a depilação recomenda-se o uso de lâminas de barbear.

Já no caso de demora entre os dias da depilação a laser e o ato da depilação, melhor esperar alguns dias pós depilação, para dar tempo de o flolículo piloso voltar a aparecer.

Também ajuda associas o uso de roupas confortáveis no procedimento, pois não sabemos quanto tempo ao todo durará.

PÓS PROCEDIMENTO:

Certos hidratantes específicos para manter a pele saudarem e com uma maior firmeza; evitar atividades físicas intensas nas primeiras 24h – uma ajuda e tanto no processo de readaptação de um sistema venoso, vivido, e que está em uma nova fase adaptação

Também deve-se evitar as mesmas 24h físicas de intensidade após procedimento; evitar banho quentes (não irritar num local já mais irritado); evitar expor os locais tratados ao sol: prevenir a formação de manchas, estas que podem ser difícil de sair num futuro não tão distante.

Viagens de Avião

Como evitar problemas circulatórios em viagens longas?

Viagem de avião, sempre interessantes; viajar com familiares; a negócios; entes queridos estão partindo, ao mesmo tempo que outros estão voltando. Enfim, seja lá qual for o motivo do seu passeio, alguns cuidados se fazem necessários para o bom desfecho deste vôo.

E para um final feliz, listaremos algumas orientações sobre como ter um vôo tranquilo, talvez o mais tranquilo da sua vida, me arrisco a dizer.

Sendo assim, já se foi a época em que usávamos a melhor roupa do guarda roupa. Hoje todos optamos por conforto, roupas que não nos apertam e que nos deixem bonitas também.

Assim que subimos no avião, há aumento de pressão na cabine. E tal advento pode facilitar o inchaço nas pernas. Então, para auxiliar na redução do inchaço, procure sempre caminhar pelos corredores do avião.

E ainda assim, mantenha-se sempre hidratado e bem alimentado para .

Em vôos > 6 horas (longos), sempre bom fazer um checkup com um angiologista antes. O especialista vai te examinar mais detalhadamente, sempre pensando em como transformar sua viagem em agradável e sem intercorrências. Cabe ao especialista decidir quanto ao uso ou não de meias elásticas de compressão (algumas pessoas não podem). O médico pode também querer associar o uso de alguma medicação durante a viagem.

Segue então: Quatro dicas de alongamento dentro do avião:

Dica 1) levante uma perna, abrace o joelho e tente puxá–la em direção ao peito, segure por 10 segundos, e troque a perna.

Dica 2) alongue a perna e segure por 2 segundos, depois eleva a perna um pouco e segure por mais 5 segundos, repita com a outra perna.

Dica 3) cruze a perna e empurre gentilmente o joelho para baixo, troque a perna e repita

Dica 4) estique a perna para a frente e eleve um pouco, fazendo movimentos de maquinas antigas de costurar (em pedal) ou movimentos giratórios , sendo 10x no sentido horário 10x no sentido anti-horário

Caso as dicas sejam difíceis de fazer, ha outra alternativa menos: o uso das meias de complessão. Desde que o (a) paciente possa usar, os sintomas de dor, peso, cansaço, inchaço, formigamento, tendem a sumir. Chega até a assustar quando o paciente percebe que tem pernas e não dor.

Sendo assim, Vôos maiores de 6 horas e em pacientes possíveis, não vejo porque não usar as meias – eu particularmente não viajo sem – ainda ganho uma proteção para o frio.

E a depender do grau de comprometimento da lesão, o paciente precisará da combinação meia + medicamentos + tremer locais.


Pacientes que já sabem ter trombose em atividade, viagem normal – desde que bem orientado pelo seu médico. Isto serve para diminuir as chances de intercorrências e estragar a tão planejada viagem.

Um bom seguro viagem, informando da doença pré existente é essencial. Junto com o uso das meias elásticas de compressão e de algumas medicações específicas para trombose- todas com receitas e orientações médicas.

E se apear de tudo isso surgem pernas vermelhas e cheias de pontinhos vermelhos (parecendo mordida de mosquito?), pernas inchadas e com a pele lustrosa de tão brilhosa ou minando um líquido transparente, dor e dormência persistentes, inquietude nas pernas ou endurecimentos localizados, não perde tempo e procura um servirão de urgência. EStramoesde prontidão para vos atender.

E boa viagem!!!

Treinamento CHIVA / CHIVA training

PRESERVAÇÃO DE VEIA SAFENA

Terminamos hoje a primeira edição (fase) do Curso Preservação da Veia Safena – Hemodinâmica Venosa – Técnica CHIVA.

Preservar a safena, técnica aprendida através do treinamento em CHIVA, está chegando ao Nordeste, em Aracaju para ser mais exato.

Foram 8 horas de discussão teórica e 16 horas de prática em Consultório e Centro Cirúrgico, nesta primeira etapa.

Preservar a veia safena constitui uma das mais importantes formas de se manter o bom funcionamento e a boa circulação venosa das pernas, além de, quando operado corretamente, aliviar os sintomas venosos e melhorar o volume e a aparência estética das pernas.

Para que a técnica CHIVA (preservação da veia safena) seja aplicada da forma correta, são necessárias horas de dedicação e de abdicação, aprender o antes nunca dito, entender e saber porque o sangue circula e talvez o mais importante, entender como ele circula. Aprender correto não se resume a um curso, um dia ou uma semana; aprendizado é contínuo, lento, construído passo a passo, uma vez que um paciente nunca será igual a outro.

Precisa-se compreender que cada paciente é único, bem como a melhor estratégia deste ser tratado, para que a sua dor, a sua queixa, seja resolvida, não agravada ou até fazer aparecer o que antes não existia.

Não posso deixar de dizer que é uma honra ser a primeira cirurgiã vascular a ser treinada nesta técnica, dentre o que exercem a especialidade Brasil. Aprender com o Dr. Felipe Faccini, trinado por quem desenvolveu a técnica, na Itália, é um privilégio para poucos. Contar com com um bom anestesistas, aqui o Dr. Alexandre Roth, fundamental para completar a tranquilidade dos pacientes.

Enfim, que essa seja a primeira de muitas mudanças nos paradigmas e na forma como encaramos o mundo da flebologia na cirurgia vascular. Trabalhar com veias é uma opção, e não uma falta de, como muitos acham. Então, já que escolhemos esse caminho, que nos tornemos a nossa melhor versão; a medicina e os pacientes agradecem.

https://chiva.net.br

www.varizesaracaju.com.br